mamas-header

MAMOPLASTIA DE AUMENTO

Consiste no aumento das mamas com uso de prótese de silicone, indicada para melhorar a forma e volume das mamas.

Indicações
Indicada em casos de mamas pequenas, assimetrias mamárias, pós-gestacional, após perdas de peso com redução do volume mamário e em reconstruções pós-mastectomias.

Objetivos da cirurgia

  • Aumentar o tamanho e projeção das mamas;
  • Equilibrar as proporções entre as mamas e o corpo;
  • Melhorar a autoestima e autoconfiança.

Quando operar
As mamoplastias estéticas podem ser realizadas a partir do completo desenvolvimento das mamas, em torno de quatro anos após a primeira menstruação. Sendo assim, geralmente a partir dos 15 a 16 anos já é possível realizar o procedimento, podendo haver variações de acordo com cada caso. Ao considerarmos o período de lactação, recomenda-se aguardar pelo menos seis meses após a interrupção da amamentação. Na consulta prévia é discutido com a paciente as opções de próteses, tamanho, melhor plano de colocação do implante e a localização da cicatriz de forma individualizada.

A cirurgia
A cirurgia é realizada em ambiente hospitalar, sob anestesia geral ou peridural e sedação, com alta no mesmo dia ou dia seguinte. A recuperação depende da extensão da cirurgia, das características pessoais de cada paciente e de procedimentos associados. É importante saber que os resultados da cirurgia de implante de mama não são permanentes e os mesmos podem exigir substituição ao longo da vida. Um acompanhamento pós-operatório de longo prazo é necessário para verificar a integridade e uma possível alteração de contorno da prótese, evitando assim um desconforto futuro à paciente.


MAMOPLASTIA REDUTORA

Consiste na cirurgia de redução e remodelamento de mamas excessivamente grandes ou assimétricas. A redução de mama remove o excesso de gordura, o tecido glandular e a pele para atingir um tamanho de mama proporcional com o seu corpo e aliviar o desconforto associado com seios muito grandes.

Indicações
Indicada para diminuir o tamanho das mamas em paciente com queixas de dorsalgia, sensação de peso, afundamento do sulco dos ombros (pelo sutiã) ou dermatoses no suco submamário, e em casos de assimetrias e ptoses mamárias, alcançando com a cirurgia uma forma cônica adequada e um volume desejável pela paciente.

Objetivos da cirurgia

  • Reduzir o tamanho e remodelar o contorno das mamas;
  • Eliminar os prejuízos decorrentes do peso excessivo das mamas;
  • Equilibrar as proporções entre as mamas e o corpo;
  • Melhorar a sua autoestima e autoconfiança.

Quando operar
As mamoplastias redutoras idealmente devem ser realizadas a partir do completo desenvolvimento das mamas, em torno de quatro anos após a primeira menstruação. Sendo assim, geralmente a partir dos 15 a 16 anos já é possível realizar o procedimento, podendo haver variações de acordo com cada caso. Casos de hipertrofia virginal, com crescimento mamário desproporcional e acentuado na puberdade, podem ser abordados precocemente tendo em vista as repercussões funcionais que podem surgir. Ao considerarmos o período de lactação, recomenda-se aguardar pelo menos seis meses após a interrupção da amamentação.

A cirurgia
A cirurgia é realizada em ambiente hospitalar, sob anestesia geral ou peridural e sedação, com alta no dia seguinte. A recuperação depende da extensão da cirurgia, das características pessoais de cada paciente e de procedimentos associados. O novo tamanho da mama ajudará a aliviar a dor e as limitações físicas existentes previamente à cirurgia. A mama mais proporcional poderá melhorar sua autoestima e autoconfiança. No entanto, ao longo do tempo, os seios podem mudar devido ao envelhecimento, às oscilações de peso, aos fatores hormonais e à gravidade.


MASTOPEXIA

Consiste na cirurgia de elevação e remodelamento das mamas, para correção de ptose mamária (queda das mamas), diminuindo o excesso de pele, posicionando e remodelando o conteúdo glandular mamário, proporcionando mamas com aspecto mais firme e jovem.

Indicações
Ptose mamária e das aréolas, e assimetrias.

Objetivos da cirurgia

  • Elevar e remodelar o contorno das mamas;
  • Elevar as aréolas;
  • Melhorar a autoestima e autoconfiança.

A cirurgia
A cirurgia é realizada em ambiente hospitalar, sob anestesia geral ou peridural e sedação, com alta no mesmo dia ou dia seguinte. A elevação e remodelamento das mamas pode ser realizado utilizando apenas o tecido mamário ou com associação de implante de silicone. A recuperação depende da extensão da cirurgia, das características pessoais de cada paciente e de procedimentos associados. O resultado final aparecerá ao longo dos meses, com a forma e a posição da mama mais naturais. No entanto, ao longo do tempo, os seios podem mudar devido ao envelhecimento, às oscilações de peso, aos fatores hormonais e à gravidade.


GINECOMASTIA

A Ginecomastia é o desenvolvimento excessivo de mamas nos homens que pode ser corrigido através de cirurgia. É uma condição comum em homens de qualquer idade, podendo ser resultado de alterações hormonais, condições de hereditariedade, doença ou utilização de certas medicações. Pode ser devida a um excesso de gordura ou de glândula mamária, ou ainda a uma mistura dos dois.

Indicação
Mamas excessivamente grandes em homens devido a excesso de gordura e/ou glândula mamária unilateral ou bilateral.

Objetivos da cirurgia

  • Redução de mamas excessivas em homens;
  • Melhorar a autoconfiança e autoestima.

A cirurgia
A cirurgia é realizada hospitalar, sob anestesia local com sedação ou geral, dependendo do tipo e do tamanho do procedimento. Quando existe apenas excesso de gordura, o tratamento é feito através de lipoaspiração. Nos casos de excesso de glândula mamária, retira-se a glândula por uma incisão junto à borda da aréola. A recuperação depende da extensão da cirurgia, das características pessoais de cada paciente e de procedimentos associados. O resultado aparecerá ao longo das semanas, quando regride o edema inicial. Embora os resultados possam ser de longo prazo, o ganho de peso, as alterações hormonais e o envelhecimento natural podem alterar a aparência final.